CELINA PEREIRA JUNTOU-SE À FESTA QUE A ELECTRA ESTRAGOU

A festa ia boa e a Electra estragou-a. Terá entendido que o muito público que acorreu ao Hotel “Pôr do Sol” já tinha visto demasiada beleza e “decidiu” cortar a luz na Cidade Velha. Já passava da uma da manhã. Celebrando a Festa do Santo Nome, que prenuncia a que será quando vier o seu reconhecimento pela UNESCO como Património da Humanidade, Ribeira Grande de Santiago teve ontem a “notícia” de que a Electra não está com a sua causa e continua a fustigar o berço da nacionalidade com o tormento dos apagões.

O problema agravou-se quando o gerador de reserva teimou em não arrancar. E a noite fria, que tinha aquecido com o desfile das beldades que buscavam o ceptro de Miss Ribeira Grande, gelou: Cidade Velha irá continuar mais dias sem saber qual a mais bela. Com o avançar da noite amortalhada na escuridão, o muito público dispersou. E a Organização acabou por optar em suspender o certame, adiando para hoje uma deliberação.

Esta foi a surpresa negativa da noite de ontem na Festa do Santo Nome de Jesus na Ribeira Grande de Santiago. Surpresa positiva: a presença de Celina Pereira. A diva da canção cabo-verdiana veio à Cidade Velha para se juntar à festa. E logo foi convidada para participar no júri, o que aceitou.

O desfile das beldades arrancou aplausos, começando desde cedo a definirem-se claques. Vai ser difícil escolher a mais bela, tal a muita beleza da mulher crioula ontem demonstrada. Apresentaram-se primeiro vestidas de batucadeiras (excelente ideia dos jovens organizadores do certame): a beleza do traje condisse com a beleza daquelas que o envergaram. Desfilaram depois em veste normal. À terceira passagem traziam bikini. Faltava a quarta passagem quando a Electra fez das suas.

Pela primeira vez, Cidade Velha assistiu a um concurso de misses. O certame, apesar da Electra e apesar de alguma desorganização, natural em quem ainda não tem a experiência destas coisas, merece continuidade… com electricidade.

Durante a tarde, houve torneio de jogos de sala: cartas e ouril – muitos participantes e muito público. Desistiu-se do torneio de xadrez (partidas rápidas), por falta de participantes locais e dificuldade em obter cronómetros para os tabuleiros. Mas ficou a promessa de Cidade Velha ir ser em breve palco de um certame escaquístico.

Comissão Organizadora da Festa do Santo Nome de Jesus

Cidade Velha, 19 Janeiro 2009

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s