ACTOS DO DIA DA SOLIDARIEDADE DAS CIDADES DO PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

As actividades programadas para amanhã, terça-feira, dia 8 de Setembro, na Cidade Velha, no âmbito da celebração do Dia da Solidariedade nas Cidades do Património da Humanidade, decorrem às 16 horas, e não às 18 horas, como por lapso foi anteriormente informado.

Aproveitamos a oportunidade para referir que o Presidente da Associação de Nacional de Deficientes, David Cardoso, estará presente na reunião da Delegação da Ribeira Grande de Santiago da Associação com a Câmara Municipal, na qual será definida uma Carta de Intenções que servirá de base para a criação de condições de acessibilidades aos monumentos do Património, de modo a que os portadores de deficiência não sejam excluídos do seu usufruto, como até agora vem acontecendo.

No espectáculo que, acompanhando a Feira-exposição de Plantas, vai acontecer no Largo do Pelourinho, participa o Grupo de batucadeiras de Fortaleza e também um grupo de músicos portadores de deficiência.

Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, 7 Setembro 2009

Anúncios

Celebrações do Dia da Solidariedade nas Cidades do Património da Humanidade

CÂMARA E ASSOCIAÇÃO DE DEFICIENTES ELABORAM CARTA DE INTENÇÕES

8 de Setembro, terça feira próxima, é Dia da Solidariedade nas Cidades do Património da Humanidade, jornada instituída pela Organização das Cidades do Património Mundial, OCPM, à qual Cidade Velha (e a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago) se associa. Pela primeira vez o Dia da Solidariedade nas Cidades do Património da Humanidade é este ano celebrado em Cabo Verde, em consequência de o Berço da Nação ter sido inscrito pela UNESCO na lista do Património Mundial e ter aderido à OCPM.

Continuar a ler

MANUEL DE PINA NO X CONGRESSO DA ORGANIZAÇÃO DAS CIDADES DO PATRIMÓNIO MUNDIAL

logoCidade Velha estará presente no X Congresso da Organização das Cidades do Património Mundial, que decorre em Quito de 8 a 11 de Setembro. Manuel de Pina, Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, viaja para a capital do Equador para tomar parte neste congresso da OCPM, à qual Cidade Velha aderiu depois de convite formulado ainda em plena sessão da UNESCO, em Sevilha, onde a cidade de Santiago foi inscrita na lista do Património da Humanidade.

Mais de quarenta cidades de todo o mundo integram esta Organização internacional. Pela primeira vez, Cidade Velha vai estar presente numa reunião da OCPM, passo importante para a promoção da imagem do Berço da Nação cabo-verdiana: através dele, passa a ter acesso a significativos canais de informação, perspectivando-se dele igualmente a possibilidade de apoios que vão permitir o avanço de alguns projectos que a Câmara Municipal da Ribeira Grande pretende concretizar.

A participação da Cidade Velha no X Congresso da OCPM representa um salto qualitativo no relacionamento externo que vem sendo desenvolvido, a partir do qual têm sido criadas condições para uma dinâmica cultural que tende a fazer da centenária cidade uma referência cultural de importância internacional.

Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, 4 Setembro 2009

LISBOA HOMENAGEOU CIDADE VELHA E ARMÉNIO VIEIRA

27 Abril 2009 – Foi uma festa a um tempo enternecedora e comovente. Com o Cinema S. Jorge, em Lisboa, completamente cheio, a Câmara lisboeta e a UCCLA (União das Cidades Capitais da Lusofonia) prestaram homenagem à Cidade Velha, Património da Humaniade, e com essa homenagem honraram também Cabo Verde e o povo das ilhas. Foi o abraço fraterno publicamente expresso, com a UCCLA e Lisboa a dizerem que Cidade Velha e Cabo Verde podem contar hoje, como contaram ontem, com a amizade de Portugal e dos portugueses.
Entre as muitas presenças contavam-se bons amigos da Cidade Velha: o Presidente da Câmara de Coimbra, Carlos Encarnação, que se juntou aos autarcas lisboetas; o embaixador do Brasil junto da CPLP, Lauro Moreira; o antigo embaixador de Portugal em Cabo Verde, Eujénio Anacoreta Correia; José Ribeiro e Castro, ex-eurodeputado e amigo confirmado de Cabo Verde; a direcção da ONG ETNIA; figuras da intelectualidade cabo-verdiana e portuguesa, designadamente Arménio Vieira (Prémio Camões), José Luiz Tavares, José Luis Hopffer Almada, Mito Elias, Nuno Júdice. Etc.

Continuar a ler

ADIADA PARA 30 DE NOVEMBRO DATA DE ENTREGA DE PROPOSTAS PARA CONCURSO DE IDEIAS DA RIBEIRA GRANDE DE SANTIAGO

Foi protelada para 30 de Novembro próximo a data limite de entrega de propostas candidatas ao Concurso de Ideias lançado em Janeiro pela Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago. A importância dos temas abarcados por este concurso justifica que se dê plena oportunidade para que surjam boas propostas para:

1. brasão e bandeira da Ribeira Grande de Santiago;
2. um futuro Museu e uma futura Biblioteca Municipal;
3. um Parque de Diversões para crianças na Mata do Convento;
4. evocações e estatuária na Cidade Velha.

Na altura da apresentação deste concurso de idéias fez-se notar que “A velha Ribeira Grande, na ilha de Santiago, berço da nacionalidade e primeira capital do arquipélago, foi obra colectiva. Primeiros colonos e primeiros escravos lavraram a terra, cataram o sangue do dragão, plantaram a cana, construíram casas e templos, produziram o açúcar (que, ao tempo, valia ouro), disseminaram gado. Foi com o esforço de todos, com a colaboração de todos que floresceu, neste recanto do mundo, uma cidade que os testemunhos referem ter sido bela e rica. Na ilha, onde antes não havia habitantes, foi o esforço colectivo que tornou possível que esta cidade vingasse.

Nos dias de hoje, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago retoma o pioneirismo dos antepassados e incentiva cada um ao seu contributo para o esforço colectivo de restaurar o esplendor antigo que as vicissitudes da História quase apagaram”.

Continuar a ler

CIDADE VELHA É PATRIMÓNIO MUNDIAL: “ESPÍRITO DE SEVILHA” É VALOR A PRESERVAR

unesco_patrimoine_mondialCidade Velha é, a partir de hoje, oficialmente, Património da Humanidade. A UNESCO, reunida em Sevilha, Espanha, na 33 Sessão do Comité do Património Mundial, decidiu a sua inclusão na lista de Património da Humanidade, respondendo positivamente aos apelos da maioria dos países presentes e ultrapassando resistências do ICOMOS, que pretendia adiar por mais um ano esta deliberação. A favor da candidatura da Cidade Velha estiveram, entre outros, Espanha, Brasil, Kenya, Nigéria, Suécia, Madagáscar, Cuba, Israel, Marrocos, Tunísia, Barbados, Barhein, Egipto, Estados Unidos, Peru, China, Austrália. Ou seja, a favor da Cidade Velha estiveram povos de todo o mundo, de diferentes continentes, com diferentes constituições políticas e diferentes religiões.
Continuar a ler

“O PRINCIPAL PATRIMÓNIO SÃO AS PESSOAS”

Manuel de Pina, Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago. Foto: Liberal

Manuel de Pina, Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago. Foto: http://liberal.sapo.cv

Em linguagem simples e mensagens muito terra-a-terra, o presidente da CM da Ribeira Grande de Santiago, Monteiro de Pina, foi a Coimbra dizer a uma centena de estudantes ribeira-grandenses em Portugal que o seu Município conta com eles para o processo de desenvolvimento: que todos são necessários e que na Cidade Velha não há discriminações. Recusando enveredar por críticas ao Governo, ao IIPC e à Comissão Instaladora do Município, o autarca deixou claro que “está tudo por fazer”. Ficou também claro que a Câmara não deixará cair a bandeira da luta pelo reconhecimento do estatuto de Património da Humanidade, mas que o principal património da Ribeira Grande de Santiago são as suas gentes.

Continuar a ler